A BELEZA DE CRISTO NO CARÁTER DO CRISTÃO PARTE 3

A cruz é o quebrantamento da vontade e força humana pela ação do Senhor. Deus prepara circunstâncias e situações que tratam com nossas vontades para que possamos ser quebrantados.

“O Espírito do Senhor está sobre mim. Pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor” (Lc. 4:18-19). A cruz é o quebrantamento da vontade e força humana pela ação do Senhor. Deus prepara circunstâncias e situações que tratam com nossas vontades para que possamos ser quebrantados. Através da lei da cruz é que somos formados em nosso caráter. E esta lei opera em nós moldando-nos e ensinando-nos a vida do Espírito. Não há como conter o processo dos tratamentos do Senhor para formar o caráter cristão. A cruz é que opera em nós a beleza do Senhor. Ela é o instrumento de Deus para moldar-nos à semelhança de Cristo. A cruz é que nos capacita para termos o caráter que suporta o poder de Deus. Antes de Jesus subir, Ele desceu. Este é o princípio de Deus. Antes de conhecermos o poder e a glória temos que ser tratados pela cruz de Cristo. Quanto mais alto alguém quiser chegar em Deus, mais tratamento necessita o seu caráter. “… Quando Ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro…” Existe um princípio que quanto mais alguém sobe em Deus, mais estrutura de caráter necessita. As pressões e tentações aumentam à medida que subimos em Deus. Por isso precisamos de uma boa base de caráter na guerra contra o mundo espiritual e o pecado. Jesus passou tal pressão, a ponto de suar gotas de sangue. O caráter do obreiro deve ser formado pela cruz. A maturidade emocional e espiritual vem pelos tratamentos da cruz de Cristo; por quebrantamento. Os homens de Deus precisam vencer os ataques do inimigo em suas mentes e emoções, não podem ser pessoas simples e frágeis que cedem às pressões malignas sobre a carne ou emoções. O alicerce de uma casa é a parte mais delicada da construção. Da mesma forma, na Igreja, os líderes fortes tratados e preparados, são a parte mais delicada e mais importante da construção. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *