Alguns passos para conquistar a confiança da sua equipe

Já vimos aqui como é possível e até mesmo fácil perder a confiança dos nossos liderados, daqueles que caminham lado a lado conosco. Você deve ter ficado se perguntando o que deve fazer para conquistar essa confiança e por isso, vou dar alguns passos para te ajudar nessa missão:

  • Um líder deve estar perto de sua equipe. O líder precisa participar do dia a dia das pessoa com quem ele convive. Tenha uma lista das datas de aniversários dos liderados e parabenize-os por telefone, e-mail ou pessoalmente;
  • Seja transparente em suas ações. Quando for necessário adotar uma mudança que envolva todos os membros da equipe, faça uma reunião e comunique a informação pessoalmente. Não deixe que os seus subordinados saibam das “novidades” por meio de terceiros;
  • Nas reuniões, além de comunicar informações, abra espaço para que as pessoas tirem dúvidas, apresentem sugestões, quando for o caso;
  • Caso um líder solicite uma conversa individual, não se negue a ceder alguns minutos do seu expediente. O membro da sua equipe pode querer levar a você um assunto que interfira tanto no desempenho dele ou dos demais colegas de trabalho;
  • Opinião (feedback) é uma ferramenta essencial para quem deseja ser líder. Nunca deixe a sua equipe sem retorno em relação a alguma solicitação apresentada individualmente ou coletivamente;
  • O feedback também é uma ferramenta importante para que você identifique quais são seus pontos fortes e aqueles que precisam ser trabalhados. Esteja preparado para ouvir opiniões sobre seu próprio desempenho;
  • Se sua equipe ou um funcionário está dando sinais de uma performance (desempenho) abaixo do esperado pela organização, não deixe que o problema ganhe grandes proporções. Converse individualmente com cada liderado;
  • Para que uma equipe tenha um bom desempenho, atinja e supere metas, é necessário que o líder tenha consciência de que cada funcionário possui suas limitações individuais. Dessa forma, a proximidade da liderança com o liderado pode gerar uma situação propícia ao cumprimento dos objetivos organizacionais;
  • Muitas vezes um líder “peca” quando acredita que não comete erros. Por isso, preste atenção às reações dos seus subordinados em relação ao seu comportamento, à sua forma de gerir a equipe;
  • Desenvolvimento. Não é porque você possui um cargo de liderança que precisa ficar na zona de conforto. Pelo contrário, vá em busca de conhecimento, de auto desenvolvimento. Você só tem a ganhar e sua equipe também. Compartilhe com sua equipe;
  • Se for o caso, reveja certos conceitos pessoais que interfiram na sua relação com os membros da equipe, trabalhe os seus pontos fracos;
  • Por fim, nunca se esqueça de que sua equipe é formada por pessoas que possuem sentimentos e que você está no comando. Isso significa que, à sua espera, existem seres humanos iguais a você, com sentimentos, dúvidas, sonhos e necessidades individuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *