Bispo Rodovalho declara na Celebração Profética 2018: “Suas sementes de hoje definem o favor de amanhã”

Durante este final de semana, todo o Ministério Sara Nossa Terra esteve envolvido no primeiro evento do ano, a Celebração Profética, que em 2018 celebrou o tema do ano: Novos Avanços. O evento ocorreu no Campus Arena e na Embaixada Sara Nossa Terra, ambos em Brasília, com transmissão por videoconferência para as demais cidades brasileiras, Europa e Argentina.

Durante os três dias de Celebração ministraram os presidentes do Ministério, Bispos Robson e Lúcia Rodovalho, o pastor americano Randy Morrison, Bispo Lucas Cunha e o pastor Peter Hornung, além do louvor do cantor Hélio Borges e da banda Arena Louvor.

Em sua segunda preleção, Bispo Robson Rodovalho afirmou que “o sucesso embaça a visão.” Ao falar sobre obstáculos para os novos avanços, ensinou a necessidade de estar pronto e não desistir, para que todos os avanços sejam consolidados é importante não fugir. “É muito ruim você se propor a avançar e não se comprometer por inteiro. Nós não fazemos tentativas, nós fazemos avanços. O que me separa da minha posição e do meu avanço são os obstáculos. Meus obstáculos são os meus limites. Meus limites me denunciam e me machucam. Se eu tiver medo de tocar no meu limite eu não tenho esperança. Não posso deixar o meu limite me segurar, eu vou vencer, vou avançar.”

Destacou outros obstáculos que geralmente impedem os avanços de acontecer. “O medo é outro obstáculo que nos impede de avançar. Você também percebe que os talentos são necessários para os novos avanços. Talento é você e eu que desenvolvemos. Não deixe que a ausência de talentos mate os seus sonhos. Para avançar você precisa compreender a lei do universo. As minhas sementes de hoje definem o favor que eu terei na próxima estação. O favor de hoje é colheita da semente de ontem. Suas sementes de hoje definem o favor de amanhã.”

Ao encerrar as ministracões do segundo dia de evento, destacou a importância de saber que para avançar é preciso aprender a entrar e a sair. “A vida é dinâmica, não é estática, esteja aonde Deus te levar, aproveite aquele instante, aquela situação com o melhor que Deus está te dando porque você não pode quebrar relacionamentos destruindo o que Deus construiu na sua vida”.

O fato de João Batista ter vindo antes de Jesus Cristo foi citado como referência para mostrar a importância da relação entre líder e discípulo. Os livros de Marcos 1:7 e Lucas 3:6 foram utilizados para dar embasamento. “João Batista teve uma missão difícil, por ter vindo antes de Jesus, e mesmo assim ele não competiu com Jesus, mas facilitou a vida de Jesus que veio com o Evangelho do Reino, enquanto João Batista abriu o caminho e deixou a vida de Jesus mais fácil”.

Ressaltou ainda que nem sempre as pessoas avançarão em tudo, mas o propósito tem que ir para frente.”Muitas vezes quem vem depois contribui mais, mas não fique triste com isso, porque mais importante é avançar o propósito do que avançar você.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *