Conflitos Humanos

 A ausência do Espírito Santo de Deus faz com que o homem não se sinta pleno.

Por que existem os conflitos humanos? Porque a maior parte da humanidade tem sua espiritualidade morta. O espírito está inerte, inoperante, latente. E esse espírito que está dentro de nós é o meio pelo qual Deus faz comunicação com o homem. Todo homem possui também uma alma. O corpo tem três partes: cabeça, troncos e membros. E a alma também tem três partes: intelecto (pensamentos), sentimentos (emoção) e vontades.

Quando um homem chora, que parte do mesmo está sendo acionada? As suas emoções. Então, todo ser humano tem corpo e alma ativos e deveria, também, ter o seu espírito ativo. Quando o homem encontra a Jesus e recebe o Espírito Santo, aquele espírito que estava latente começa a inflar, logo, o vazio que estava na sua alma começa a ser preenchido.

Quando o Espírito Santo sopra sobre a nossa vida o espírito fica cheio, enchendo também o nosso coração, deixando-nos restaurados, plenos. Então, nos tornamos pessoas completas. Por isso que os homens e mulheres que não têm o Espírito Santo dentro deles não são completos, são apenas pessoas parciais.

Essas pessoas vão viver em depressão, conflitos, em problemas, vazios, buscando sempre algo para preencher esse vazio como, por exemplo, cigarro, bebidas, drogas, sexo, trabalho, esporte, etc. Só que isso não irá preenchê-lo, pois o que enche o nosso coração é o Espírito Santo de Deus.  Se o nosso espírito não estiver pleno, nos sentiremos vazios, mesmo com todo dinheiro, com todos os prazeres e glórias deste mundo.

Talvez você esteja passando por situações que não preenchem o vazio da sua alma. Você tem tudo: dinheiro, relacionamentos, bom emprego… tantas coisas, mas parece o vazio está ali, latente. Você tentou, inclusive, colocar em cima de pessoas expectativas que nunca foram supridas. Eu sei que o vazio da sua alma só pode ser preenchido com o Espírito Santo de Deus. Só Ele pode e quer fazer parte da sua vida e fazer dela algo verdadeiramente abundante.

Bispo Rodovalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *