CONTEXTO HISTÓRICO DA VIDA DE DARWIN

Para compreendermos mais claramente este assunto – Deus ou Darwin – faremos um retrospecto e veremos todo o contexto histórico da época em que Darwin viveu e que o precedeu.
Sabemos muito bem pela História que na Idade Média a fé era vista do ponto de vista da Igreja. A Igreja manipulava o conhecimento de Deus, da Bíblia e também da ciência. A Idade Média foi também chamada o período da escuridão.
No Renascimento aconteceu a abertura de pensamentos. Começou-se a trazer luzes, orientações, novas ideias e filosofias. A Igreja manipulou os postulados bíblicos. As pessoas, ao ouvirem a opinião da Igreja, achavam que estavam ouvindo a opinião de Deus. A Igreja era a porta-voz oficial da Bíblia de Deus, e com base neste poder que detinha foi que a Igreja cometeu tremendos abusos naquela época. Abusos de diversos níveis e formas. A Igreja também extrapolou a sua esfera de ação, entrando no domínio da ciência.
Teorias Equivocadas
O primeiro choque foi a teoria de que a Terra não era plana como a Igreja vinha ensinando e como se acreditava na época.
Em 1522, uma expedição saindo de Sevilha, na Espanha, deu a volta ao globo e chegou ao mesmo ponto. Ora, se a Terra fosse plana, isso não aconteceria nunca. Concluíram então que a Terra era circular. Isso foi um grande choque, porque constatou-se empiricamente que não era verdadeira a teoria até então defendida.
Outro dado extremamente importante: Galileu Galilei defendeu a tese de Copérnico, que afirma ser o Sol o centro do Sistema Solar e não a Terra, como também era ensinado pela Igreja e que pressupunha estar na Bíblia.
Galileu Galilei e a tese de Copérnico foram fomentadores de um grande problema entre ciência e fé, pois a Igreja defendia com unhas e dentes que a Terra era o centro do Universo. Somente em 1992, recentemente, é que a Igreja reconheceu esse erro e se retratou oficialmente com o pedido de perdão.
A Igreja ensinava que as epidemias eram consequências da presença dos judeus na sociedade, portanto, era necessário persegui-los e dizimá-los; até mesmo os protestantes passaram por essa perseguição. À medida que as conclusões científicas começaram a surgir, houve então um descrédito generalizado.
Começaram a questionar tudo. Surgiu então o Iluminismo, veio o Renascentismo, e as coisas começaram a se abrir cada vez mais. Os conceitos foram bombardeados, especialmente os tradicionais.
Continuação em breve…
Dep. bispo Rodovalho
Brasília, 20/11/09

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *