Não selecione seus discípulos entre as pessoas que você mais gosta

Quando o assunto é a sua equipe às vezes você fica desanimado. Você pode dizer: “Ah, mas eu só tenho três pessoas muito boas com quem posso contar na minha equipe!” Não se preocupe, porque até Davi teve apenas três muito bons e destruiu exércitos inteiros. Formar um time de ouro é demorado, exige muito tempo, muito trabalho, mas é um trabalho abençoado, alegre sem suor. 

É maravilhoso colher os grãos cheios, ver os resultados, ver as células cheias, ver a igreja cheia, ter discípulos e equipe forte e atuante, mas tudo isso exige calma e tempo de maturidade. O problema é que ás vezes você se decepcionou com alguém em quem semeou, mas que ficou na beira do caminho, ou se frustrou com outro em quem a semente caiu em solo rochoso.

Entenda uma coisa: seus discípulos não são necessariamente seus melhores amigos, seus melhores afetos. Seus discípulos são, sim, seus melhores resultados! Não selecione seus discípulos entre as pessoas que você mais gosta ou acredita. Aprenda a confiar nos resultados, a investir naqueles que mais estão correspondendo. Ás vezes você não tem tanta empatia com um discípulo que apresenta muitos resultados, mas a proposta não é que ele seja seu melhor amigo e nem você dele. Você é um mentor para ele, um desafiador para fazê-lo crescer. Amigo não faz crescer, amigo consola. Você foi colocado na vida dele para “esticá-lo” e não para apenas consolá-lo.

Alguns líderes não têm equipe, mas um grupo de consoladores, de bajuladores, de assessores pessoais. Existem discípulos que atuam como um “beque central” impedindo que as pessoas cheguem até seu líder. Assim, tire seus discípulos dessa função e faça-os multiplicadores da sua missão. Eles devem assessorar a sua missão, e não a você. Não se conforme pelo fato deles estarem circulando á sua volta para servi-lo, pois o propósito é que eles cumpram a missão de ajudá-lo a ganhar, consolidar, treinar e enviar. E, se estiveram fazendo isso, nem terão tempo para ficar gravitando á sua volta.

Mas e se você precisar de assessores? Contrate pessoas para isso, pessoas que talvez não tenham um chamado para a sua missão, mas que podem ajudá-lo com as coisas naturais. Não desanime, não pare o processo se alguns de sua equipe saírem no meio do caminho. Demora para formar uma equipe de águias; é um longo processo. Proteja suas sementes até os frutos maduros aparecerem. Não queime etapas, não seja ansioso, tenha paciência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *